Prefeitura Municipal de Mineiros - 29/11/2019
PREFEITO AGENOR REZENDE ENVIA À CÂMARA MUNICIPAL PROJETO DE LEI QUE PROPÕE REORGANIZAÇÃO DO IPREMIN
Publicado por: Valdeir

LOADING IMAGES

Lei nº 500, de novembro de 1991, completa 28 anos e não atende mais à diversidade de situações que se apresentam ao Instituto de Assistência dos Servidores do Município de Mineiros. Iniciativa garante autonomia ao órgão para promover melhores condições de atendimento aos usuários

O prefeito Agenor Rezende enviou à Câmara Municipal, para apreciação por parte dos vereadores, do projeto de lei que propõe a reorganização do Instituto de Assistência dos Servidores do Município de Mineiros (Ipremin).

O projeto propõe a criação da estrutura de funcionamento, a organização das atribuições e finalidades do Ipremin garantindo autonomia ao órgão para promover melhores condições de atendimento aos usuários.

Segundo o prefeito Agenor Rezende, a lei nº 500, de 28 de novembro de 1991, completa 28 anos e já não atende mais à diversidade de situações que se apresentam ao instituto. Sendo assim, envia à Câmara Municipal de Mineiros o projeto de lei nº 81, de 2019.

O projeto propõe a criação da figura do agregado, que é a inclusão de membro familiar que não se enquadra como dependente direto e que, mediante contribuição ao Ipremin, poderá usufruir dos serviços prestados aos usuários.

Propõe, também, que o instituto tenha autonomia para contratar seus próprios colaboradores. Atualmente, são cedidos pela prefeitura.

Outra medida é a criação de condições para ampliar a cobertura do Ipremin no sentido de cobrir despesas com medicamentos e outros procedimentos durante a internação do usuário.

Pelo projeto fica permitida, ainda, a contratação de serviços de plano odontológico por parte dos servidores públicos municipais.

“A iniciativa do prefeito Agenor Rezende terá impacto de dimensão histórica na vida do servidor municipal de Mineiros”, avalia o secretário de Governo e Comunicação, Aleomar Rezende.

“Trata-se de um direito do trabalhador do município e um grande compromisso que, agora, se tornará realidade”, destaca. “É a real valorização do nosso servidor”, conclui.

Autor: Liah Resende