Prefeitura Municipal de Mineiros - 13/08/2020
AULAS NA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CONTINUAM EM REGIME NÃO PRESENCIAIS
Publicado por: Valdeir

LOADING IMAGES

Prefeitura de Mineiros considera o regime mais adequado, viável e seguro para garantia do direito à educação neste período de isolamento social. Aulas acontecem por meio de listas de transmissão de WhatsApp e com entrega de material impresso e outros necessários para atividades

Diante o cenário atual provocado pela pandemia da Covid-19, a Rede Municipal de Educação de Mineiros realiza o regime especial de aulas não presenciais desde o dia 03 de junho do corrente ano.

O sistema é amparado pelas resoluções CME Nº 029/ 033 e 034 do Conselho Municipal de Educação.

A Prefeitura de Mineiros considera o regime de aulas não presenciais o mais adequado, viável e seguro para garantia do direito à educação neste período de isolamento social.

Além disso, o sistema preserva o vínculo entre escola, alunos, professores e família. A meta é ajudar os alunos a se manterem ativos, com disciplina e horário de estudo, com fortalecimento do hábito de leitura, práticas de exercícios, reflexões, com todos abertos a novas experiências.

O regime de aulas não presenciais acontece por meio de listas de transmissão de WhatsApp e com entrega de material impresso e outros necessários para a realização das atividades nas unidades escolares, semanal ou quinzenal, sempre nas segundas-feiras.

Para os alunos que residem na zona rural é realizada a entrega de todo material impresso por meio do transporte escolar. O aluno recebe o material em sua residência.

Os educadores desenvolvem uma sistemática de comunicação com as famílias não só para enviar as atividades, mas, principalmente para orientar a execução, além de incentivar os alunos aos estudos.

“Vivemos um momento único e, por isso, é importante que estejamos unidos e focados em buscar soluções para enfrentar a Covid-19”, diz o prefeito Agenor Rezende. “A educação tem um papel importante nesse processo por ser um caminho potente para conscientização da sociedade, especialmente das crianças e dos jovens”, conclui.

Autor: Liah Resende